O cheiro da nossa pele

pele

É comum dizer-se “não posso nem cheirá-lo” quando falha a paixão. Pelo contrário, a expressão “sentir na pele” lembra-nos a canção de Frank Sinatra “I have got you under my skin” (tenho-te sob a minha pele). Diz a Maria do Céu Santo que o cheiro da nossa pele ou do nosso perfume, misturado com o cheiro do amado, poderá desencadear as mais loucas febres de amor.

Ler mais

O elogio

elogios

Cultivar o hábito de elogiar ajuda a combater a indiferença e a manter a coesão entre o casal. É fundamental valorizar e mostrar que se aprecia o que o outro fez, o que disse, a ideia que teve, mesmo que não seja assim tão fantástica, mas é sempre bom estimular e mostrar com elogios, sem, no entanto, falsificar aquilo que realmente sentimos.

Ler mais

Eu gosto de mim a gostar de ti

judite sousa livro

Uma relação implica sempre crescimento mútuo… O amor implica sempre sentido de posse, o que é ainda mais intenso quando não se tem o que se ama.
O ideal é a relação que vivemos significar: eu gosto de mim a gostar de ti.

Ler mais

O Amor constrói-se

judite sousa

Todos nós adoramos estar apaixonados e ficamos com saudades quando deixamos de o estar. Há, todavia, pessoas viciadas na adrenalina da paixão: quando a relação acaba têm de passar para outra, não sabem viver sem amor fogoso e intenso.

Ler mais

Os caminhos do coração

sofrer do coração

É fácil exprimirmos o que sentimos sobre o amor. Mais difícil é realizarmos o amor nas nossas vidas. O caminho está cheio de espinhos e, se há algo desafiante, é o relacionamento humano, nesta dimensão mais profunda. Sei que os caminhos do coração são exigentes e, por vezes, provocam-nos sofrimento.

Ler mais

Existir para Amar

camilo castelo branco

Homens e mulheres foram feitos para se amarem não de uma forma trágica, como em muitos livros do Camilo ou do Eça, mas para desfrutarem esse sentimento com paixão, cumplicidade, partilha, respeito e prazer.

Concordam?

Ler mais

O impacto da rejeição

A rejeição, em qualquer situação, é eminentemente social e frequentemente afetiva.

A rejeição diz-nos de alguma forma, que não somos válidos e/ou não somos aceites e/ou não desejados e/ou não amados.

Ler mais