A idade já não é o que era

Aquela frase feita de que a idade não perdoa é já passado. As marcas do tempo são hoje resolvidas facilmente, desde que exista bom senso ao contrariarmos a passagem dos anos. Quando conseguimos envelhecer bem, mantendo-nos confortáveis com a nossa imagem e assumindo sem complexos a idade, estaremos no caminho certo. O corpo é importante, mas a cabeça é muito mais: independência, maturidade, liberdade para poder agir, não estão ao alcance de todas as mulheres. Esse é um dos maiores problemas que se coloca à sociedade portuguesa, onde perduram  grandes diferenças de género.

Ler mais