1 Ano

1 ano

Vivo com palavras. Preciso de verbalizar o que me vai na alma. O jornalismo não é suficiente.

Há sempre qualquer coisa que fica por dizer e que está muito para além da espuma do momento. Escrevo sobre o que sinto. Pode ser sobre tudo ou sobre coisa alguma. Mas faz-me bem. À cabeça. Ao corpo. À minha história. Sim, eu tenho uma história. Todos temos, mas eu sei que a minha é diferente.

Nem todos entendem o que eu quero dizer. Por isso, também por isso, é que as palavras são importantes. Fica o registo no meio da poeira. Das nuvens. Faz hoje um ano que iniciei esta catarse. Pode não ser compreendida pela ligeireza da análise mas para mim enche um pouquinho o meu coração.

Judite de Sousa

Partilhar

Comentários

Artigos de interesse