De novo a felicidade

De novo a felicidade

Tem de haver uma cultura do optimismo que transforma as pessoas em seres mais positivos.

Saber que não há príncipes encantados nem pessoas perfeitas e valorizar os aspetos positivos da pessoa com quem estamos e das situações que vivemos. E, sobretudo, não sermos aquilo a que a médica Maria do Céu Santo chama de “pica miolos” que é andar sempre a queixar-se.

Do livro “ Não me olhes com esse tom de voz “

Judite Sousa

Partilhar

Comentários

Artigos de interesse