O Amor é…

paris

Uma manhã em Paris. O telefone envia o sinal de mensagem: “Dirige-te ao monumento mais famoso de Paris.”

Apanhei o primeiro táxi e disse: “Torre Eiffel”. Nem 10 minutos depois, outra mensagem: ”Passa a roda gigante”. Saí do táxi, atravessei a passadeira com o sinal vermelho, aproximei-me da roda onde brincavam dezenas de crianças e uma nova mensagem: “ Desce as primeiras escadas em direção ao Sena”.

Já de cabeça perdida, desci as escadas com o coração a bater aceleradamente. Olhei à minha volta e via milhares de pessoas. Sentado, junto ao rio, estava um vulto de casaco preto, cachecol, sempre com o telemóvel na mão. De costas para mim.

Era ele.

 

Judite Sousa

Partilhar

Comentários

Artigos de interesse