Momentos da vida

vida efemera

É tudo tão efémero. É tudo tão passageiro. É tudo tão relativo nas nossas vidas. Ora estamos bem, ora estamos mal. Temos alegrias e tristezas, temos ilusões e desilusões. Temos o singular e o plural. Vivemos porque nascemos e morremos porque nascemos e vivemos. Todos os dias, podemos ser surpreendidos com coisas boas, positivas que nos acontecem, como podemos ser envolvidos no que há de mais negativo. Dizem-nos que temos de ser racionais nas nossas escolhas, mas esse exercício é difícil porque as nossas emoções prevalecem na forma como conduzimos as nossas vidas, feitas de momentos.

Qual é a vossa opinião?

Judite Sousa

Partilhar

Comentários

Artigos de interesse