A paixão não tem nada de racional

estar apaixonado

Diz a médica Maria do Céu Santo que se analisarmos porque é que nos apaixonamos por determinada pessoa, a maior parte das vezes chegamos à conclusão de que tem alguns defeitos.
Para nos apaixonarmos, tem de haver uma disponibilidade espiritual e física, o desejo de enamoramento com alguém que corresponda ao nosso imaginário ou, de forma mais realista, que nos transmita um conjunto de sensações e vontade de partilha e de posse.

Concorda?

Judite Sousa

Partilhar

Comentários

Artigos de interesse