A Aliança de Santana

santana lopes

Santana Lopes tem o vício da política. É normal. Ele não consegue estar fora do palco. Acontece com tantos outros, mas no caso dele ainda mais. Largou a Santa Casa da Misericórdia, onde estava a fazer um trabalho excelente, para se candidatar à liderança do PSD. Esperava ganhar mas perdeu para Rui Rio. E é aqui que bate o ponto. Depois de umas semanas de tréguas, Santana decidiu afastar-se do seu PPD-PSD. E porquê? Porque está totalmente desalinhado com a estratégia de Rio. A criação de um novo partido é a sua desforra. Ele acha que Rui Rio está a afundar o PSD, principalmente em razão do apoio circunstancial a António Costa, e quer seguir um outro caminho. Está no seu direito.
A Aliança, que não sabemos com quem, vai buscar alguns votos ao centro-direita, mas não vai impedir que o PS prossiga o objectivo da maioria absoluta. O problema de Santana não é com a esquerda mas com o PSD de Rio, com o qual está em total divergência. Mas isso ele ainda não o disse.

Judite Sousa

Partilhar

Comentários

Artigos de interesse