A feira do livro

Gosto de ir à feira do livro. Não é tanto pelos livros que possa vender, mas mais pelo contacto com as pessoas. Sinto um grande carinho à minha volta. Desde que o André partiu, esse vínculo emocional é mais intenso. O que é que as pessoas me dizem? Que entendem a minha perda e pedem -me para não desistir. Dizem também que gostam do meu trabalho. É bom ouvir estas palavras que me provocam um grande conforto íntimo.
E assim, vou estar este fim de semana, sábado e domingo, na feira à espera de um abraço.

Judite Sousa

Partilhar

Comentários

Artigos de interesse