A avó Susana

Como era triste o olhar da minha avó Susana, entregue a uma viuvez precoce. A vida da minha avó confunde-se com a primeira metade do século XX. Lembrava-se vagamente de ouvir falar do regicídio, da visita de D. Manuel ao Porto, mas principalmente da jovem e formosa Isabel de Inglaterra.
A avó gostava de arrancar da memória as histórias com que me embalava nas muitas horas que passávamos juntas.
A avó Susana teve uma filha antes de casar com o avô Rogério. A menina foi entregue a uma tia de Lisboa que a educou como uma princesa.
No dia em que a tia Clara nos deixou, por vontade própria, vencida pelo infortúnio de um casamento que a desiludiu e incapacitava para lutar, a avó chorou muito com as lágrimas a cavarem-lhe um rosto marcado pelo cansaço e pelas contrariedades da vida.

Judite Sousa

Partilhar

Comentários

Artigos de interesse