Nós mudamos

mudança

O Mundo mudou. Mudaram-se atitudes, comportamentos, mentalidades. Mudaram-se rotinas alimentares, modos de desbravar conhecimento e de encarar conceitos e modos de vida. Temos mais saúde, vivemos mais e exigimos a felicidade como um direito primordial. Na verdade, felicidade e saúde são semelhantes, conforme a definição da Organização Mundial de Saúde: “um estado completo de bem-estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doenças”.

Ler mais

Arriscar

mudança

É uma atitude. É uma exigência na era contemporânea. É uma forma de estar. Arriscar profissionalmente. Pode significar mudança. Não devemos ter receio. A estabilidade não existe mais. Por vezes, temos que fazer aquilo que os pensadores definem como “corte epistemológico”. Do ponto de vista pessoal, arriscar pode querer dizer sairmos da nossa “zona de conforto”. Pode parecer um problema, mas na realidade não custa nada. Está tudo na nossa cabeça.

Ler mais

As figuras públicas

figuras publicas

Na cabeça de algumas pessoas, as chamadas figuras públicas vivem numa espécie de “estratosfera”, onde os “simples mortais” não entram. Nada de mais errado. A condição de “figura pública” não pode ser encarada como configurando realidades inacessíveis. No limite, todos somos seres humanos com tudo o que a humanidade implica.

Ler mais

A escrita

Tenho para mim que escrever faz bem à alma. A mim faz. Deixar sair as palavras, com liberdade. Com sentimento. Com emoção. As palavras são uma arma. Podem criar-nos uma pretensa felicidade ou podem magoar-nos. A escrita é, por isso, sempre um exercício de catarse.

Ler mais

Medos

medo

O medo apodera-se, por vezes, de nós e algumas vezes não encontramos explicações racionais para o justificar. Há várias razões para termos medo nos tempos que correm. A insegurança é talvez o maior de todos. Há inseguranças profissionais e há inseguranças pessoais.

Ler mais

As demissões no S. João

A Administração do hospital de S. João no Porto demitiu-se. Durante algum tempo, pensou-se que isso iria acontecer mas também se acreditou que, com a visita do Presidente, a situação tivesse acalmado. Pelos vistos, não foi assim. A Administração demite-se por causa da falta de recursos com esse fundo negro que são as necessárias obras na ala pediátrica. Este é um problema sério para o governo e para o PR que esteve lá, já para não falar dos utentes, os principais afectados pelas “cativações” das finanças.

Ler mais

A casa das Você

novo livro judite sousa

Quando, em 2007, alguns estudantes portugueses fizeram o programa de intercâmbio no Rio de Janeiro, quatro viviam num apartamento no Leblon. Iam às aulas e nos tempos livres faziam praia, divertiam-se o melhor que podiam e conheciam o Rio. Um desses jovens tornou-se amigo também de jovens brasileiros, que lhe chamaram “o português mais carioca do Brasil”. Eram quatro rapazes.

Ler mais

Os fortes

relacionamento

As relações humanas são muito difíceis e exigentes. Pedem conhecimento, partilha, reciprocidade. É um caminho complexo de trilhar. Exige maturidade, crescimento. Exige estarmos com os outros de coração aberto. A vida é demasiadamente breve para a complicarmos.

Ler mais

Campanha sem Candidato

judite sousa

O que nem eu nem o Sérgio (Diretor de Informação da TVI) imaginávamos, era que o candidato favorito a tornar-se o 38º Presidente do Brasil não iria fazer campanha. Iria estar como que “invisível” durante duas semanas. Não existindo candidato, como é que poderia existir campanha? E não existindo campanha, como é que poderia ser feita a cobertura jornalística?

Ler mais