Parabéns, Professor!

presidente da republica marcelo rebelo de sousa

Para mim, será sempre o “meu” Professor. Moderei durante três anos o espaço de comentário semanal de MRS. Foi uma felicidade profissional. Aprendi muito. Um homem de uma humanidade do tamanho do mundo. Uma mente brilhante. Um privilégio. Obrigada, Professor.

Ler mais

O Terrorismo volta a atacar

Mais uma vez, a França é o país atingido. A cidade de Estrasburgo está como que “sitiada”. Trata-se de um ataque terrorista na cidade onde está localizado o Parlamento Europeu.
É caso para dizer: Não há mais nada que possa acontecer a Emmanuel Macron!

Ler mais

Macron capitulou

coletes amarelos paris macron

Não tinha outra saída. Emmanuel Macron ou cedia às reivindicações da rua ou perdia a França. O Presidente reagiu tarde mas reagiu. Deu provas inequívocas de que percebeu o significado dos protestos.

Ler mais

Órfãos de filhos

morte estudantes meco

Na madrugada de 14 para 15 de dezembro de 2013, seis jovens universitários morreram, levados pelas ondas da praia do Meco. Cinco anos depois, os pais falaram comigo e o que deixam são testemunhos comoventes, únicos e verdadeiros. Há muitas perguntas: como se faz o luto de um filho; os amigos ficam ou desaparecem; e a família está presente na dor ou também foge… são cinco episódios para ver a partir de hoje no Jornal das 8, TVI.

Ler mais

Macron tem que falar

coletes amarelos frança

França está numa revolta social como já não se via há muitos anos. Não é mais uma contestação em razão da situação económica e social. É um movimento mais amplo que está a colocar o regime sob pressão. Perante a gravidade dos acontecimentos, o poder tem respondido com gás lacrimogéneo.

Ler mais

Ainda a “Bailarina de Auschwitz”

bailarina de Auschwitz

Enquanto danço, descubro um pedacinho de sabedoria que nunca mais esqueci. Nunca saberei que milagre me permitiu ter este conhecimento. Há de salvar-me a vida muitas vezes, mesmo depois de o horror terminar. Consigo perceber que o Dr. Mengele, o assassino experiente que ainda esta manhã matou a minha mãe, é mais patético do que eu. Na minha mente, sou livre; coisa que ele nunca poderá ser. Ele terá de viver sempre com aquilo que fez na consciência. É mais prisioneiro do que eu. Enquanto termino a minha coreografia com uma curiosa espargata final, rezo, mas não rezo por mim. Rezo por ele. Rezo, para bem dele, que ele não tenha necessidade de me matar.

Ler mais

A Anne Frank que não morreu

anne frank Auschwitz

Edith Eger, que esteve prisioneira no campo de concentração de Auschwitz, afirma no seu livro “A Bailarina de Auschwitz” que “quando não permitimos a nós mesmos chorar as nossas perdas, feridas e desilusões, estamos condenados a revivê-las. A liberdade consiste em aprender a aceitar o que aconteceu. A liberdade significa que reunimos coragem para desmantelar a prisão, tijolo a tijolo”.

Ler mais

A Bailarina de Auschwitz

dicas de livros

Este é o nome de um livro de leitura obrigatória.
Começa assim: “A memória é um solo sagrado. Mas também é assombrada. É o lugar para o qual a minha raiva, culpa e tristeza vão rodopiar como pássaros esfomeados a debicar os mesmos velhos ossos. É o lugar para onde vou, em busca da resposta à mesma pergunta impossível de responder: Porque é que sobrevivi?

Ler mais

A Rainha Letizia

letizia e felipe de espanha

Circulam rumores de que o casamento de Felipe de Espanha e Letizia já conheceu melhores dias. A ser verdade, não surpreende: Letizia nunca foi aceite pela aristocracia Espanhola mais conservadora e o seu temperamento suscita anti-corpos. Mas, apesar da perseguição de que é alvo, com a imprensa a criticá-la por tudo e por nada, esta mulher resiste. É uma profissional. Está tudo dito.

Ler mais